Politica,  Sem categoria

Buscas por “energúmeno” no Google disparam após fala de Bolsonaro

O Google registrou um pico de buscas pelo termo “energúmeno” desde que o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) usou a palavra para descrever o educador Paulo Freire. De acordo com o Google Trends, já eram mais de 200 mil pesquisas pela palavra até a última terça-feira (17/12/2019).

O ataque do presidente ao patrono da educação brasileira rendeu picos de acessos para dicionários como o Aurélio e o Priberam. Até a declaração, o Google sequer registrava dados suficientes de popularidade do termo.

As buscas por Paulo Freire também dispararam: a plataforma registrou aumento de mais de 550% nas tentativas de encontrar resultados sobre o educador.

Bolsonaro disparou contra Freire na última segunda-feira (16/12/2019), ao comentar a não renovação de contrato entre o governo federal e a TV Escola. Ele criticou a suposta orientação ideológica do canal: “É uma programação totalmente de esquerda. Os caras estão há 30 anos sendo formados assim. Tem muito formado aqui em cima dessa filosofia. Do Paulo Freire da vida. Esse energúmeno aí ídolo da esquerda.

O que é Energúmeno:

Energúmeno significa possesso, aquele que está possuído pelo demônio. É uma palavra de origem grega energoumenos, que significa endemoninhado.

No sentido figurado energúmeno é aquele indivíduo que está desnorteado, violento, fanático, que está exaltado, que fala e gesticula com veemência. além de outros adjetivos mais pejorativos, como imbecil e idiota.

Muitas vezes a palavra energúmeno não está relacionada com o âmbito de possessão, mas mantém um sentido pejorativo, classificando uma pessoa como um mentecapto, um indivíduo alienado, idiota, louco, insensato.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *