Economia

Construção civil segue em recuperação

A Sondagem da Indústria da Construção Civil do Maranhão apontou que o setor da construção manteve ritmo de lenta recuperação e registrou 46,9 pontos no índice de atividade em junho, seguindo comportamento do mês anterior e marcando evolução no número de empregados (+20,3) e na Utilização da Capacidade Operacional (UCO) (+6). De acordo com a pesquisa elaborada pela Federação das Indústrias do Estado do Maranhão (FIEMA), em parceria com a Confederação Nacional da Indústria (CNI), até o momento, junho registrou o maior número de contratações no ano na construção civil, superando os resultados do primeiro trimestre.

As empresas de pequeno porte mantiveram o nível de atividade de maio e a Utilização da Capacidade Operacional na faixa dos 70,0 pontos. Estas inferem um panorama otimista para os próximos seis meses, com expectativa de aumentarem as suas contratações. As médias e grandes acusaram um aumento significativo no nível de atividade, assim como no número de empregados, porém, vislumbram um panorama mais conservador para os períodos subsequentes.

CLUBE MAIS DIGA ONDE TEM, resgate cupons, colete selos, consiga pontos e ganhe recompensas. Baixe o aplicativo!

O estudo ainda indicou que a situação financeira das empresas permaneceu ruim, variando pouco em relação ao segundo trimestre de 2018. Já o acesso ao crédito segue difícil, segundo a avaliação das empresas que compõem o setor da construção civil. Em decorrência das dificuldades que o setor apresentou no primeiro semestre de 2019, a margem lucro operacional manteve-se comprimida, em patamar abaixo do nacional.

Participaram da Sondagem da Construção Civil empresas da construção civil do Maranhão de pequeno, médio ou grande porte. As informações foram coletadas pela FIEMA e CNI no período de 1º a 15 de julho de 2019.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *