CLUBE MAIS DIGA ONDE TEM, resgate cupons, colete selos, consiga pontos e ganhe recompensas. Baixe o aplicativo!

Educação

Escolas de Tempo Integral do Maranhão são campeãs em Olimpíada Científica no Rio de Janeiro

A 13ª Mostra Brasileira de Foguetes (Mobfog), realizada nesta semana, em Barra do Piraí, no Rio de Janeiro, teve duas escolas maranhenses vencedoras. O Instituto de Educação, Ciência e Tecnologia do Maranhão (Iema), no município de Axixá, e o Centro Educa Mais Sertão Maranhense, em Carolina, ficaram em 1º e 2º lugares, respectivamente, no lançamento de foguetes produzidos com materiais reutilizados.

A Mostra Científica avalia a capacidade dos estudantes de construir e lançar, o mais longe possível, foguetes feitos de garrafa pet, de tubo de papel ou de canudo de refrigerante e é voltada para alunos do ensino fundamental e médio de escolas públicas e particulares de todas as regiões do país. Este ano, a Mostra ocorreu paralelamente à 22ª Olimpíada Brasileira de Astronomia e Astronáutica (OBA).

A equipe do Iema, formada pelos estudantes Anderson José do Livramento Lima, Lourivan Gomes Alves e Matheus de Jesus Protásio e coordenada pelo professor WalterCastro, participou da Mostra Brasileira de Foguetes e Jornada de Foguetes no nível IV, alcançando a medalha de ouro no seu lançamento. A escola recebeu, pelo segundo ano consecutivo de Olimpíada, a medalha de ouro em todas as etapas.

O Estado também foi muito bem representado pelos estudantes da 2ª série do Centro Educa Mais Sertão Maranhense,Thiago Sousa, Davi Angélica e Rafael Moura; pelos professores Marcelo Franco, de Física e coordenador do projeto, e Misael Alencar, docente de Matemática. Eles receberam a 2ª colocação no lançamento de foguete.

O secretário de Estado da Educação, Felipe Camarão, comemorou o desempenho das escolas maranhenses. “Notícia maravilhosa, nossa rede de Educação Integral do Maranhão saiu vencedora na Mostra Brasileira de Foguetes! O IEMA de Axixá e Centro Educa Mais Sertão Maranhense, de Carolina, ficaram em 1º e 2º no campeonato realizado no Rio de Janeiro. Orgulho demais! Parabéns a todos!”, destacou.

Educa Mais Sertão Maranhense, professor Marcelo Franco, acredita que a Mostra Científica é a porta de entrada para que estudantes do país inteiro revelem o seu talento e que o aprendizado contribuirá para elevar os níveis educacionais nos estados.

“Adquirimos bastante experiência aqui na Mostra, que tem como objetivo divulgar o conhecimento científico para todo o país. Por conta da pesquisa, os estudantes vão se aprofundando, participando dos eventos nacionais, tendo contato com pessoas de várias regiões do país. A gente aprendeu muito e com certeza os nossos índices educacionais irão melhorar”, sustentou.

“Felicidade e gratidão é o que sinto nesse momento. Felicidade por ter tido a oportunidade de ver uma escola pública, alçando voos tão altos. É realmente incrível a conquista desses alunos juntamente com o professor. E gratidão eterna ao Governo do Maranhão por proporcionar toda a estrutura necessária para podermos ter uma escola pública com qualidade”, comemorou o gestor geral do Centro Educa Mais Sertão Maranhense, Pablo Santos Silva.

O coordenador da Olimpíada Brasileira de Astronomia e Astronáutica (OBA), João Canalle, afirmou que o objetivo do evento é difundir o conhecimento científico para que o maior número de estudantes tenha acesso a ele, por meio da criação de foguetes, visando o aprendizado.

“Queremos popularizar a Astronomia, a Astronáutica, envolvendo os estudantes na atividade de construção de foguetes, a partir da Mostra Brasileira de Foguetes. Envolver-se nesse evento implica, ao participante, saber um pouco de Física, de Matemática, de aerodinâmica, implica estudar e isso irá ampliar os horizontes dos conhecimentos desses estudantes, esse é o nosso foco”, assegurou.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

CLUBE MAIS DIGA ONDE TEM, resgate cupons, colete selos, consiga pontos e ganhe recompensas. Baixe o aplicativo!