CLUBE MAIS DIGA ONDE TEM, resgate cupons, colete selos, consiga pontos e ganhe recompensas. Baixe o aplicativo!

Economia

Garimpeiros acusam Vale de extrair minério em Serra Pelada.

Um grupo de garimpeiros da região de Serra Pelada acusa a empresa Vale do Rio Doce de supostamente invadir a sua propriedade através de túneis subterrâneos com o objetivo de extrair minérios e vender para fora do País sem prestar contas ao governo. Nesta terça-feira, representantes da Cooperativa de Mineração dos Garimpeiros de Serra Pelada (Coomigasp) pediram pessoalmente ao presidente Jair Bolsonaro por uma intervenção das Forças Armadas

“Esta área pertence aos garimpeiros. A companhia Vale do Rio Doce recebeu US$ 70 milhões para sair de lá. Só que ela saiu, mas está bem do lado, fazendo um buraco que se chama Projeto Serra Leste, está mandando para fora do Brasil falando que é ferro, só que ela está levando é ouro e não está sendo prestado conta”, disse o líder da Coomigasp, Jonas Andrade.

Segundo Jonas, a Vale estaria colocando terra em vagões de trens para levar minérios ilegalmente até o porto e depois enviá-los para a China. “Por isso que nós estamos pedindo ao Exército Brasileiro a demarcação de nossa terra, porque a Vale pode estar dentro de nossa terra através de túneis para tirar o nosso minério”, justificou.

Ao conversar pessoalmente com o grupo de garimpeiros, o presidente Jair Bolsonaro criticou a Vale do Rio Doce por ter, na visão dele, “abocanhado” o direito mineral no Brasil no governo do ex-presidente Fernando Henrique Cardoso no final da década de 1990. Durante o encontro, Bolsonaro prometeu que, se houver amparo legal, vai enviar as Forças Armadas para atuar na região.

“Esse é um país que é roubado há 500 anos. A gente conhece o potencial mineral do Brasil. Eu sei como a Vale do Rio Doce abocanhou, no governo FHC, o direito mineral no Brasil. Um crime, um crime o que aconteceu”, disse o presidente.

Ele também afirmou que é uma “covardia” o que fazem com garimpeiros e insinuou que há pessoas que pagam propina para encobrir ilegalidades. “Está aí o mundo falando e muitas vezes criticando garimpeiros. É uma covardia que fazem com o meio ambiente de vários países do mundo. Faz aqui dentro do Brasil, ninguém toca no assunto porque a propina, pelo que parece, corre solta.”

Outro lado

Por meio de nota, a Vale afirmou que “não tem atividades minerárias em Serra Pelada nem qualquer operação de mineração subterrânea no Pará”. “A empresa cedeu a área de jazida à Coomigasp (Cooperativa de Mineração dos Garimpeiros de Serra Pelada) em março de 2007. A empresa mantém no município de Curionópolis apenas a unidade Serra Leste, de exploração exclusiva de minério de ferro”, diz a nota.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

CLUBE MAIS DIGA ONDE TEM, resgate cupons, colete selos, consiga pontos e ganhe recompensas. Baixe o aplicativo!