CLUBE MAIS DIGA ONDE TEM, resgate cupons, colete selos, consiga pontos e ganhe recompensas. Baixe o aplicativo!

Economia

Marcial Lima confirma demissões de cobradores, e culpa o Sindicato dos Rodoviários por apoiar essas demissões.

Na sessão plenária da última quarta-feira, 29, o vereador Marcial Lima (PRTB) usou a tribuna para denunciar o atraso no pagamento de salários dos funcionários e fornecedores da Maternidade Maria do Amparo que, segundo o parlamentar, já tem dois meses de atraso, falta de segurança no Centro de São Luís, transtornos causados por obra da Caema no Parque Shalom e a situação dos cobradores, que estão sendo demitidos de forma desrespeitosa pelos empresários do Sistema de Transporte Público de São Luís.

A situação dos cobradores ganhou destaque durante a sessão e apoio de vários vereadores para se encontrar uma solução para esta situação. De acordo com Marcial Lima, o Sindicato dos Rodoviários está sendo conivente com a decisão dos empresários, uma vez que assinou documento concordando com a decisão durante audiência de conciliação realizada no dia 29 de março desse ano no Tribunal Regional de Trabalho (TRT-MA).

No dia 29 de março, houve uma audiência de conciliação no TRT, e não ouvi em nenhum meio de comunicação se falar sobre essa audiência de conciliação, em que foi assinado por vários representantes, entre eles, o do Sindicato dos Rodoviários, um documento para a extinção da função dos cobradores nos coletivos. O que o Sindicato dos Rodoviários fez foi um absurdo com a categoria, ele assinou a demissão de 250 empregados do setor de transporte”, disse o parlamentar durante discurso.

O parlamentar afirmou ainda, que “o Sindicato dos Rodoviários não discutiu o assunto com os cobradores, não fez assembleia geral com antecedência, panfletagem nas garagens, trabalho de carro de som informando que teria essa audiência de conciliação. É um sindicato pelego e que estão com medo da categoria, por isso não estão falando nada”.

Finalizando o discurso, Marcial Lima solicitou a realização de uma audiência pública na Câmara Municipal de São Luís para ouvir explicações dos representantes das categorias, principalmente, do Sindicato das Empresas de Transporte de Passageiros de São Luís (SET) e Sindicato dos Rodoviários.

A Câmara precisa discutir sobre esse assunto. Precisamos ouvir as categorias para saber o que está acontecendo. Não podemos ficar omissos e deixar que a cidade perca mais postos de trabalho”, frisou Marcial Lima.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

CLUBE MAIS DIGA ONDE TEM, resgate cupons, colete selos, consiga pontos e ganhe recompensas. Baixe o aplicativo!