Saúde.

Prefeitura de São Luís promove Dia D de combate ao mosquito Aedes aegypti no Novo Angelim

Ação, que integra o programa Todos por São Luís, chamou a atenção da população para a luta contra o mosquito e somou-se a outras atividades voltadas para a área da saúde e bem-estar ofertadas pela gestão do prefeito Edivaldo

Prefeitura de São Luís promove Dia D de combate ao mosquito Aedes aegypti no Novo Angelim com limpeza e desobstrução de bueiros, galerias e córregos, visita domiciliar dos agentes de endemias e outras atividades, a Prefeitura de São Luís realizou, neste sábado (14), mais um Dia D de combate ao mosquito Aedes aegypti. Estas ações têm sido desenvolvidas pela gestão do prefeito Edivaldo Holanda Junior em diversos bairros da capital e desta vez, o foco foi o Novo Angelim. A ação somou-se a outras realizadas pelo programa Todos por São Luis no bairro. Coordenado pela primeira-dama, Camila Holanda, a culminância do programa ocorreu no pátio da Igreja Santa Clara entre 8h e meio-dia, com participação de centenas de pessoas que tiveram acesso a vários serviços na área de saúde, como vacinas e testes rápidos de sífilis e HIV, oficinas de arte e artesanato entre outras atividades.

O Dia D concluiu o trabalho iniciado desde segunda-feira no bairro. Para a superintendente de Vigilância Epidemiológica e Sanitária da Secretaria Municipal de Saúde, Terezinha Lobo, as ações pontuais em bairros da cidade têm contribuído para reduzir o número de casos das doenças transmitidas pelo Aedes aegypti em São Luis.

“Essa tem sido uma marca da gestão do prefeito Edivaldo. Estabelecendo um elo forte com as comunidades, por meio da oferta de serviços públicos e diálogo com a população, temos conseguido controlar a doença neste período considerado o mais crítico, que é quando as chuvas se intensificam”, comentou a superintendente.

Equipes de agentes de endemias da Secretaria Municipal de Saúde visitaram aproximadamente 2. 720 imóveis em busca da eliminação dos focos do mosquito. Mais de 52 profissionais foram mobilizados para a ação. Agentes também realizaram palestras nas escolas do bairro e orientaram moradores sobre a necessidade de evitar condições para que o mosquito se instale na comunidade, ameaçando a saúde da população. A prioridade do trabalho é eliminar os possíveis criadouros do mosquito transmissor da dengue, zika e chikungunya de maneira eficiente e definitiva.

Paralelamente à ação dos agentes, o Comitê Gestor de Limpeza Urbana executou mais uma etapa de recolhimento dos resíduos sólidos em pontos de descarte irregular.

SAÚDE

Além das ações de combate ao mosquito, os moradores do Novo Angelim e adjacência, tiveram oportunidade de usufruir de serviços de saúde com abordagem educativa. Com testes de glicemias, medição de pressão arterial, testes e ações contra Infecções Sexualmente Transmissíveis (ISTs) e vacinação de cães e gastos.

“Vim em busca de uma consulta e de tomar vacinas e consegui fazer tudo rapidinho”, comentou Nelicia de Jesus Sena, 75 anos, moradora do Novo Angelim desde sua criação. Segundo a aposentada, a ação da Prefeitura contribui para que as pessoas fiquem alertas para a dengue como doença grave.

Também foram ofertados durante a ação serviços dos Centro de Referência da Assistência Social (Creas) e Centro de Referência Especializado da Assistência Social (Creas) a exemplo de atendimento social e psicossocial, Cadastro Único, orientações sociais, encaminhamentos, Programa Bolsa Família, informações sobre o Benefício de Prestação Continuada (BPC), entre outros.

A Prefeitura de São Luís vem realizando sistematicamente ações de combate ao mosquito desde o segundo semestre do ano passado com foco nas comunidades de maior incidência. No mês de fevereiro o bairro do Coroadinho recebeu equipes de combate às endemias. O bairro Monte Castelo também foi contemplado e outras regiões da capital também receberão o reforço no combate ao mosquito.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *